domingo, 13 de janeiro de 2008

Filhos não crescem aos olhos preocupados dos pais

A flor para Sofia.
(Fonte da imagem: BibVirt)

Esta quinta-feira a minha filha mais velha, a Sofia , já nos seus 22 anos...o que são 22 anos para um pai? Afinal foi ontem que a vi no berçário. Não percebi que tenham passado os tais 22 anos ou 22 anos não é de facto um período representativo para um pai....
Sim, mas chegou a Sofia do trabalho nesta quinta-feira com uma má disposição e inclinada para o lado direito, se queixando de dores um pouco acima da virilha desse mesmo lado. A mãe, sempre elas, que são mães há tanto tempo quanto nós somos pais, mas parece que nessas coisas são sempre mais experientes que nós, já foi dizendo; Me parece ser uma apendicite.
Para encurtar, em menos de meia hora estávamos no hospital, na sexta-feira, após alguns exames complementares, a Sofia já havia passado pela cirurgia e “estripado” a apendicite inflamada, e no sábado à tarde já tínhamos a filha em casa, cheia de beijinhos do irmão mais novo.
Sim, reforçado o amor entre os quatro que fazem o recheio cá de casa e ainda mais clara fica a atitude da minha Mãe quando eu estava com uma simples gripe já nos meus 40 anos de idade, quando ela se preocupava e tratava-me como se eu tivesse não sei quantos aninhos... ou talvez como um filho como qualquer outro que não cresce aos olhos dos pais.

5 comentários:

L. disse...

Zé Paulo, tenho andado ausente mas de vez em quando lembro-me e espreito a Isabella, que me conduz aqui.

Fico feliz por saber que o susto já passou e que tudo ficou bem.

Ainda estás em S. Paulo?

Beijo
Erml.

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Olá, Ermelinda!
Que saudade!
Moro em Curitiba, não em São Paulo. Já houve épocas que lá ía frequentemente. Agora, raramente. Mas se precisares de algo de lá, tenho como.
Beijo grande.

Anônimo disse...

espero que tenhas ganho pro susto.
e impossivel pros pais acharem que os filhos crescem, e Amor.bom saber que tudo acabou bem.
ciao
Luis Carlos

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Obrigado, Luis Carlos!
Outro abraço.

DigitalnoIndico - Maputo, Moçambique disse...

Só agora vi Zé Paulo. K bom que o "olho clinico" da Kikas foi rápido. K bom k tudo correu bem. K linda flor deste á Sofia. Beijo enorme aos 4