quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Steve McQueen, vrum, vrum...

Ontem, em visita habitual ao on the road again do Carlos Gil, curti bem as viagens musicais que ele tem feito à decada de 70. E veio-me à memória um dos filmes que mais me marcaram naqueles tempos, pois sempre fui apaixonado por automobilisimo, que foi o 24 horas de Le Mans, com Steve McQueen, que não só por esse filme é um dos meus preferidos das telas, sejam elas grandes ou pequenas.
E aí fechou. Como sei que o Carlos Gil também gosta de um "vrum, vrum", e está numa de nostalgia, aqui lhe ofereço uma preciosidade. O trailer do "Le Mans".

2 comentários:

Carlos Gil disse...

cheguei atrasado ao 'grid' e já a prova vai lançada... mas como são '24 h' vou fazer-me àestrada e, com jeitinho e neus à maneira, vou relembrando esse filme que, mais que o 'Grand Prix' (outra época, muito mais mufana) me acelerou irremediavelmente o gosto pelos vrum-vruns, e na variante 'pista' que nunca permite ser suplanta por ralis, bajas ou quejandos: é lá, no alcatrão puro e duro que se voa baixinho e se ganham as estrelas, essas luzes que enchem as noites do sonhar. e não falo delas assim, em pés de borracha em vez de delicadas sandálias ou pés nus: há mais no sonhar que a Rainha onírica, há sensulalidade nas mãos que acariciam um volante enquanto a estrada afunila e tudo o mais se apaga.
thanks, ZP. é bom encontrar 'partilhas nostálgicas', ora que eu em hiato monástico ;-)

Zé Paulo disse...

Este teu comentário é um belo post.
Partilhado foi, partilhado está! :)
ZP