quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Honestidade

Fonte da imagem de Rui Barbosa: Estações Ferroviárias


Hoje um grande chamuar, mais irmão do que chamuar, João Roldão, relembrou-me uma velha frase de um antigo político brasileiro, o Senador Rui Barbosa, quando em 1914 desistiu de candidatar-se a Presidente da República, dita durante um discurso da tribuna do Senado:







"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto"

5 comentários:

Anônimo disse...

Esta e' minha vez de te dizer mano Ze', que apesar dos anos que se passaram, a frase continua sendo actual e dificil de digerir!
joao roldao

Zé Paulo disse...

Que bom te ver também aqui!
É mesmo dificil de ouvir / ler isto. São das tais frases que cortam a jugular.
ZP

Anônimo disse...

Também ficou conhecido como a Àguia de Haya, durante a sua carreira diplomática no tribunal de Paz, na cidade de Haya (Holanda), durante os atribulados tempos da primeira Grande Guerra.

Antônio Maria

gotaelbr disse...

Bem lembrado, bem lembrado Zé Paulo!

Abraço,

Jaime

Zé Paulo disse...

Bom te ver, Jaime!
Forte abraço.

Zé Paulo