domingo, 2 de setembro de 2007

1º. de Setembro, Bodas de Prata.

Vinte e cinco anos de casados não estruturados em hipocrisia, ou com falta de amor ou falta de companheirismo ou mesmo com falta de respeito com as nossas próprias individualidades.
Vinte cinco anos de casados trouxeram-nos maturidade ao relacionamento, com a paixão transformada no amor maduro que nos presenteou há 22 anos com a nossa primeira filha, a Sofia, e vai fazer este mês 11 anos com o nosso segundo e temporão filho Filipe.
São 25 anos de papel assinado em cartório, são 26 anos dividindo as despesas em um mesmo teto, mais de 30 anos de namoro.
É minha Amada amante, Mãe dos meus Filhos, se temos hoje 46 anos de idade não muito diferente é a idade que nos conhecemos, e a vida e os nossos pontos em comum me fizeram que tu fosses a minha cara metade. E sei que ambos estaremos trabalhando a nossa relação para chegarmos aos cinqüentinha.
Se o exemplo, mais um, que dás de ser uma grande filha nos faz adiar a festa ou um simples jantar à luz de velas, me faz ter cada vez mais orgulho de poder dizer e repetir que amo a Mãe dos meus Filhos.
Te amo Kikas!

Início de namoro, em Dez./1976, às escondidas da família, na praia da Ferradurinha, no litoral do Estado do Rio de Janeiro. O medo de assumir em público um romance entre primos direitos. Eu sentado na pedra ao lado da Kikas.

Com uns mesitos de casados, de papel passado, quando fomos a Porto Alegre, Rio Grande do Sul (Sul do Brasil) passar férias em 1982. Na altura moravamos em Recife, Pernambuco, no Nordeste do país.




Chegada da Sofia, a nossa carioca com tempero pernambucano, pois foi produzida ainda em Recife.



O Filipe quase pronto para chegar a este mundo. Este pré-fabricado e com os acabamentos curitibanos.



Somos da praia! 2007



13 comentários:

DigitalnoIndico disse...

Obaá! 25 anos, que missão bonita! E como é linda a tua declaraçâo de amor, Zé Paulo! Reparo que sabes muito bem regar esse amor. Essa tua forma de mostrar a todos esse bonito amor faz com que consigas encorajar outros a fazer o mesmo... é que fica mesmo contagiante esse teu espirito...
Parabéns!
Um beijo enoooorme a vcs 4.

IO disse...

Que giro, o ZP de bigode!

Eh, pá, grande beijo aos dois de prata. E é caso para dizer, entres primos o amor marchou direito, PARABÉNS!!, IO.

th disse...

Grande, grande abraço.
Como é bom sentir o carinho que vos une, o verdadeiro amor transpira até nas pequenas palavras.
Parabens! e por muitos anos ainda.
Do coração, theo

Tereza disse...

Adiada a data, mas não a vitoriosa relação que vos une até hoje, 25 anos de luta diária, respeito e muito amor. E mais de 25 de amizade, uma vida !
Fui testemunha , do começo ( estou na primeira foto) o começo de tudo e continuo sendo testemunha á anos, juntos ! Quantos momentos bons e ruins fui e sou testemunha dessa relação tão bonita de vcs. E como torço para que assim continue.
Parabéns meu mano, e que venham muitos mais juntinhos e felizes.
Amo vcs , sejam sempre felizes no vosso amor. Beijos aos dois, não ,aos 4, que tive e tenho a sorte de ser testemunha ocular :) de quase todos os 25 que vivem juntos . Puxa teria tanto a contar a dizer... , É BONITO DEMAIS TUA FORMA DE AMAR! É lindo ver como vcs ainda se namoram Tareca

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Ana,
Há flores que buscam, sem pedir, a nossa atenção de forma diferenciada e assim nos vemos a regá-la sempre.
Agradecemos o teu carinho e pelos parabéns.

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Isabella,
Viste o cara pálida aqui de bigode? Já faz uns anitos que não o tenho, mas desde qu me surgiu uns pelos na cara até então, ainda tenhos mais anos de bigode do que sem.
Um beijo grande aqui dos primos.

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Minha Theo!
Sinto o teu abraço, aqui, ternozinho.Um beijo muito grande nosso.

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Mana Tareca,
Foste e és testemunha e muito mais do que isso. És uma das cumplices destes 25...e tal... anos. Sabes o quanto te amamos, os quatro.

VP disse...

ZP, que venham as de ouro e depois as de diamante. Tens tudo para isso. Parabéns, felicidades e tudo de bom pelo resto do caminho.

abraço

VP

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

VP,
Obrigado pela torcida.
Grande abraço.

Anônimo disse...

Gente atê fiquei arrepiado, tudo isso mesmo? "Juro" que pensava que foi ontem que vocês legalizaram o namoro que eu comoo bom obserrvador jâ suspeirtava que rolava. Apoiei desde o prîncipio por acreditar em vocês. Coisa que não mudou até hoje. BEIJOS MIL DE PARABÉNS AOS DOIS! TóMaria

PS. Nos 50 de casado estarei aí comemorando com vocês... sentado na praia com os pés na água e uma caipirinha na mão :-)

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Mano Tó,
Mas é que foi mesmo quase ontem...30 anitos lá na Ferradurinha, 25 aninhos de papel passado, e sim, tu sempre apoiando-nos. Na verdade, o medo sempre ficou mais em nós do que nos monstros que não existiam.
Um beijo grande.

Luisa Hingá disse...

Como esta treta já me deixa, de vez em quando, deixar comentários deixo os meus parabéns e votos que
Sejam Sempre Felizes.
Abracinhos