domingo, 12 de agosto de 2007

Pai, o nosso dia!


As mulheres, quando Mães, são homenageadas nesse dia e no dia das Mulheres. Nós, Pais, temos que fazer a vez dos Homens neste único dia em homenagem ao nosso sexo cada vez mais fragilizado em uma sociedade que tem dificuldades de dividir igualmente. Parece que sempre haverá alguém que deve estar por cima. Não, não seja sexualmente induzido pela minha colocação.
Mas voltando ao Dia do Pai, que aproveito ser a grande homenagem ao Homem sem que haja a necessidade de se criar mais um dia no calendário comercial do planeta ocidental, e dizer:
Como é bom receber um beijo especial como despertador, só porque dizem ser hoje um dia especial, dos meus filhos e da minha amada amante, mãe dos meus filhos, e receber os presentes que materializam esse amor, pois estão neles embutidos esse sentimento. Ainda mais quando além dos presentes comprados junto com a Mãe, cada um deles compra em separado o que lhes apetece comprar; a Sofia, que já tem o seu emprego, ofereceu-me um Pen Drive de 2GB, pois ela percebe bem quantas vezes penso, e não faço, “preciso comprar um pen drive e só me lembro quando preciso dele...”, e o Filipe, nos seus dez anos e com as suas poupanças das mesadas foi-me comprar um CD do Pink Floyd, Wish You Were Here, mostrando que conhece o pai, inclusive o lado musical que lhe toca.
Um abraço especial para os meus filhos e para a Mãe deles e um outro para todos os Homens, mesmo que não sejam pais mas que tenham princípios que possam passar para gerações futuras sãs.

7 comentários:

Anônimo disse...

É bonitooo,é bonito e ééé... bonito !

DigitalnoIndico disse...

Muito lindo. Muito babado. Muito sentido. Muito orgulhoso.
Beijo aos 4
Ana

th disse...

Um grande beijo, papá babão!
Para o grande homem que és, e para o Pai de que se orgulham teus filhos.
Um abraço com muito carinho, theo

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Tó Maria,
Tu conheces as figuras, certo? Diz lá para a Ana e para a Theo que eu posso usar babete!
Um beijo para ti e dois, um para cada, para a Ana e Theo.

Anônimo disse...

Sem dúvida o melhor presente que um pai pode fazer para si mesmo, é criar e educar os filhos de maneira que sejam depois o que as tuas duas JOIAS hoje são. (Aliás para ser honesto, se fosse o dia das mães me veria obrigado a repetir as mesmas palavras para a Ana e Theo:-}

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Tó,
Sem dúvida que estás certo quando falas sobre o outro lado da moeda, em relação à Ana e Theo. A relação de igualdade é algo bom de ser visto.
Este tipo de tema é um perigo, pois acabamos, no caso eu, passando um tanto por prepotentes.
Mais um beijo para os três

Bató disse...

DIA DO PAI no Brasil, é?

Zé Paulinho estás babado que só...........puxa!!! no meio das crias lindas.....não há nadamelhor, pois não!?...Acho que me concordas.........

Um beijão, pai ternuento....